DEPOIMENTOS

“Sempre tive interesse em investir na área. Quando comecei a estudar para valer,  entrei no site do IBF, fiz uma simulação de investimento e entraram em contato comigo. Agendei uma visita no Polo Florestal e deste então meu interesse ganhou forma.
O Mogno é um investimento de longo prazo que vai se valorizando a cada ano. Essa é uma oportunidade para os meus filhos investirem também.”

Antônio P. - Fazenda Espanha - 13 hectares

“Quanto à lucratividade ao final do ciclo, não vejo nada mais rentável do que o Mogno, tendo em vista a flutuação positiva de preços do metro cúbico que terá no mercado futuro e também pela forte demanda de madeiras nobres.”

Marcelo S. - Fazenda Portugal - 3 hectares

“Em um país instável economicamente como o nosso, um dos investimentos que se apresentam mais sólidos no momento é o agronegócio, no desenvolvimento daquilo que o Brasil tem de mais rico e valioso. Dentro dessa filosofia, acredito que a silvicultura é uma das mais promissoras e foi por isso que, ao investir no Mogno Africano, vi a possibilidade de fazer um plano de aposentadoria lucrativo e rentável”.

Rodrigo C. - Fazenda América - 9 hectares

“Estava buscando opções para diversificar meus investimentos e vi no Mogno Africano a oportunidade para investir e rentabilizar a longo prazo, considerando todo o potencial da madeira. O fato de eu ser o dono da terra e investir em algo que estou vendo fisicamente, foram uma das coisas que mais me atraiu. Escolhi o IBF porque senti muita segurança e confiança em tudo o que me foi apresentado de forma clara e objetiva”. 

Gilberto R. - Fazenda Inglaterra - 12 hectares

“Sempre terá demanda por madeira. Não é porque surgem materiais semelhantes que a demanda vai acabar. O Mogno Africano é uma cultura que não precisa de manutenção tão frequente, já que depois de uma fase adulta, as plantas dão menos trabalho. Acredito que seja um investimento interessante para diversificação e aposentadoria.

Antônio B. - Fazenda Inglaterra - 21 hectares

“Sou operador de bolsa de valores há muitos anos. Por isso, vejo o investimento de longo prazo como uma opção mais segura e com menor risco. Foi buscando uma aposentadoria e diversidade que optei pelo Mogno Africano. Eu tomei gosto pelo campo e isso acelerou a minha vontade de investir em fazendas e florestas. A ideia é chegar a 25 hectares plantados. Acho que vale a pena investir, mas primeiro tem que conhecer.”

Felix D.- Fazenda Áustria - 36 hectares

O que me motivou a fechar com o IBF, foi a quantidade de trabalho publicado, o material que encontrei nas minhas pesquisas e todo o estudo econômico ao longo do projeto. Existe uma planilha financeira bem construída. Uma das coisas que eu mais faço nos meus projetos, é estudar a parte econômica, financeira, resultados, projeções, valor presente. Toda essa parte financeira bem estruturada, é o que o IBF me apresentou e eu gostei. “

José M. - Fazenda Grécia - 11 hectares

“Escolhemos plantar o mogno africano por todas as características da madeira e por acreditar que o reflorestamento é uma solução ambiental do presente e do futuro. Resolvi investir com profissionais do IBF”.

Rogério V. - Fazenda Barbacena - 20 hectares

“Uma das vantagens da floresta, é que não tem as oscilações do mercado no dia a dia, igual tem em ações. Optar por madeira nobre faz com que a gente possa investir no Brasil para ter retornos em uma moeda forte, como o euro, por exemplo.”

Cezar R. - Fazenda Tiradentes - 4 hectares

“Descobri o IBF através do meu filho que sabia do meu interesse em reflorestamento. Nessa iniciativa, vejo os ganhos ecológicos e econômicos. O Mogno Africano me interessou muito porque produz uma madeira nobre rentável que pode ser exportada. Com essa oportunidade, vi a possibilidade de unir o meu interesse em reflorestamento e contribuir com o meio ambiente, ao mesmo tempo em que consigo diversificar meus investimentos.”

Eduardo M. - Fazenda Grécia - 6 hectares

“Madeira é que nem ouro, não tem como desvalorizar. Ouro é uma coisa que quando o mundo está em crise as pessoas  correm e colocam seus investimentos em ouro. Para mim a madeira é o ouro verde, pois para construir casas precisa de madeira, assim como os móveis precisam de madeira. Portanto acredito que esta matéria-prima não tem como entrar em recessão.”

Eduardo S. - Fazenda Inglaterra - 6 hectares

“O mogno é muito interessante no sentido de investimento. Não sou investidor em outras modalidades, mas gosto de saber que coloquei minhas economias em um projeto decente, no sentido de coerência e valores. Penso que é minha aposentadoria que está sendo construída. Outro ponto que acho muito bom é que temos uma participação benéfica no globo, plantando florestas e fazendo bem pra todos nós.”

Marcelo V. - Fazenda Alemanha - 4 hectares

“O que me atraiu a investir em florestas de Mogno, foi quando analisei a rentabilidade da operação e o fato de não ter oscilação, como acontece no mercado financeiro que sofre diversas ações externas, ameaçando os investimentos. O fato de a  floresta ser algo físico e a madeira ser um material que com os anos vai se tornar cada vez mais escasso e valorizado também me chamou a atenção, assim como a questão sustentável, pois realizando tal prática, não há desmatamento ilegal”

André B. - Fazenda Holanda - 109 hectares

“Eu pensei na possibilidade de plantar mogno africano em minha fazenda lá no Maranhão, mas fui analisando e estudando, e vi que o processo é bastante complexo. Os cuidados técnicos são muito grandes para ter uma boa plantação. Então conheci o IBF, assisti algumas lives e fui me inteirando do projeto do Polo Florestal. Gostei muito e decidi aderir.

Lauri S. - Fazenda América - 6 hectares

“Vendo as lives do Higino acabei entendendo que o Polo Florestal de Pompéu ia ser muito melhor para meu investimento em madeira nobre, porque a região tem toda a estrutura de manejo, a logística, linha de trem para desafogar a produção e assessoria técnica. Por isso decidi que ia ser melhor fazer o projeto com o IBF. Com o mogno africano eu teria minha aposentadoria no futuro.”

Flávio S. - Fazenda Inglaterra - 6 hectares

“A vantagem que eu encontro no investimento florestal é a diversificação, pois é diferente dos investimentos que eu já faço. Penso que é como uma reserva. Sei que é um investimento a longo prazo, que fica “guardado”. Confio no trabalho do IBF e estou tranquila em relação a isso.”

Natália V. - Fazenda Espanha - 3 hectares

“A questão fundamental é que as florestas vão ficar escassas e possuem um ciclo muito longo que tende a valorizar no mercado internacional. Isso é bom porque você se obriga a imobilizar um capital e não fica tentado a ficar variando. Tenho uma filha e penso na minha aposentadoria, então na minha falta ficaria pra ela. Investir em Mongo tem a vantagem da segurança, pois a chance de ter um problema depois é muito baixa.”

Paulo P. - Fazenda Bélgica - 6 hectares

podcast-qual-o-perfil-do-investidor-florestal

#PODCAST – Qual o perfil do investidor florestal?

O investimento florestas de Mogno Africano é uma opção para quem busca diversificar sua carteira de aplicações e rentabilizar a longo prazo. 💰
Para saber se essa modalidade de investimento combina com você, é importante identificar e considerar o seu perfil. 👍Ouça o Podcast e enteda qual é o perfil do investidor florestal!